Solicitações à Editora

A Coordenação de Gestão Editorial/Editora MS atende, exclusivamente, as áreas técnicas do Ministério da Saúde.

Os pedidos gráfico-editoriais devem ser encaminhados por meio da ficha de solicitação de serviços . Após seu preenchimento, a área deverá salvar o documento em formato PDF e anexá-lo a um novo processo no SEI, coletar no próprio sistema as assinaturas do Responsável pela Solicitação, do Conselheiro (o representante da área no Conselho Editorial do Ministério da Saúde – Coned) e do Dirigente da Área, e tramitar para a Coordenação de Gestão Editorial (Editora MS).

Serviços disponíveis:

Normalização – Obrigatória para qualquer obra editada no Ministério da Saúde, a normalização de uma obra consiste em enquadrar a publicação nas normas estabelecidas pela ABNT, criar ficha catalográfica com padrão AACR2, e incluir títulos traduzidos para indexações nas bases de dados internacionais. As publicações recebem um número de ISBN (International Standard Book Number), que identifica os livros segundo o título, o autor, o país e a editora, individualizando-os, inclusive pela edição. Com o número de ISBN, fica fácil resgatar historicamente um livro publicado pelo Ministério da Saúde. Sem o ISBN as publicações não podem ser depositadas na Biblioteca Nacional, o que causa um enorme prejuízo ao acervo do Ministério

Revisão: A revisão consiste em adequar o texo às regras ortográficas e gramaticais da língua portuguesa, verificando também, quando necessário, a coesão e a coerência textual.

Editoração: criação de projeto gráfico trazendo os recursos visuais formadores do conjunto de elementos que dão características a uma publicação.

Serviços multimídia: cópia de CDs e DVDs (não possuímos mídias).

Impressão: impressão de livros, folhetos, folderes, cartazes, banners entre outros. Temos disponíveis diversos tipos de acabamentos e formatos. Entre em contato conosco para maiores informações

Para facilitar os trâmites internos, solicitamos que também sejam enviados por e-mail à Editora MS (em arquivo editável), tanto a solicitação de impressão quanto a planilha de distribuição.

Cartões de Visitas

Os pedidos de cartões devem ser encaminhados por meio da ficha de solicitação de serviços . Após seu preenchimento, a área deverá salvar o documento em formato PDF e anexá-lo a um novo processo no SEI, coletar no próprio sistema as assinaturas do Responsável pela Solicitação e do Dirigente da Área, e posteriormente tramitar para a Coordenação de Gestão Editorial (Editora MS).

A quantidade máxima permitida é de 300 unidades por solicitação, somente para ocupantes dos cargos DAS 4 ou superior . E o prazo de entrega dos cartões é de 5 dias úteis contados a partir da aprovação do solicitante.

Após encaminhar a ficha de solicitação é necessário o envio dos dados que irão constar no cartão para o e-mail da Editora MS por meio do seguinte link – Dados do cartão de visita.

Impressão de publicações

Para demandas de impressão, encaminhe para nosso e-mail as características de sua publicação a fim de que possamos realizar um orçamento e verificar se sua demanda pode ser atendida por meio de nossos contratos.

Caso positivo, lhe enviaremos o orçamento, que deverá ser encaminhado pela área demandante à CGDI pelo SEI, via memorando, juntamente com a solicitação de impressão. Esse processo requisitará a descentralização de recursos da funcional programática da área demandante, para custear o serviço de impressão – o que ocorre por meio da emissão da nota de crédito.

A nota de crédito permitirá que a CGMAP possa realizar o empenho. Ela é gerada pela área demandante por meio de sua secretária de orçamento interna, qualquer dúvida entrar em contato com a CEOF para maiores esclarecimentos.

É fundamental que seja feita para cada publicação uma a a planilha de distribuição, que deve ser elaborada conforme a tiragem do material, já que o Ministério não possui espaço físico para guarda de exemplares.

Todos os documentos encaminhados devem ser registrados no Sipar e assinados por servidor público e também pelo dirigente da área que autorizou a demanda. As assinaturas devem vir com o número do Siape e o cargo completo dos servidores.

Para facilitar os trâmites internos, solicitamos que também sejam enviados por e-mail à Editora MS (em arquivo editável), tanto a solicitação de impressão quanto a planilha de distribuição.

Planilha de distribuição e expedição

O contrato gráfico vigente não prevê a expedição de materiais. Para que ocorra a distribuição de publicações para outros estados, é fundamental que seja feita para cada publicação uma planilha de distribuição, que deve ser elaborada conforme a tiragem do material. A área autora deverá solicitar à Coordenação-Geral de Administração e Logística (CGAL/SAA/MS), via memorando, a validação da planilha de expedição dos títulos. A CGAL providenciará orçamento para o serviço de expedição e encaminhará para atesto da área demandante, para que ocorra a descentralização de recursos e posterior prestação de serviço. Ressaltamos que a Editora MS não dispõe de galpão para estoque de materiais, portanto é essencial que seja acordada previamente a expedição dos materiais junto à CGAL, para que então seja possível dar início ao processo de impressão dos produtos editoriais.

A mala direta deve conter os endereços completos dos destinatários e a indicação das quantidades que devem ser enviadas a cada endereço. Caso seja necessário, a área técnica pode utilizar este modelo de planilha.

Durante o ano de 2017, foram impressos 50.906 produtos editoriais pelo contrato gráfico vigente, sendo que 42.512 unidades foram confeccionadas para distribuição em Brasília, ou em eventos locais. O saldo restante, 8.394 unidades, foi produzido para distribuição em nível nacional e/ou eventos em outros estados. Os dados foram coletados através do Sistema Editorial – SIED 2017.

percentual_distribuicao_materiais_institucionais_2017